Todo mundo tem um lado bom? Por Flávio Gikovate

“Todo o mundo tem um lado bom? Penso que essa expressão, usada por quase todos, corresponde a uma verdade que “esconde” mais do que “mostra”.

É fato que são muito raras as pessoas que só possuem o lado bom, assim como só uns poucos, os que são anti-sociais, é que são pura maldade.

Penso que a esmagadora maioria das pessoas possui um lado bom e um lado mal. Mas, nesse caso, considero que as gradações sejam fundamentais.

Não acho que se deva colocar no mesmo “saco” os que são legais em 80% das situações e aqueles que são grosseiros e egoístas em 80% dos casos.

Nós, seres humanos, não costumamos ser “puros” e acho que isso interessa muito pouco: nossa avaliação deve derivar da média de nossas ações.

Não tem cabimento pensar sobre uma pessoa egoísta, folgada e que teve um gesto legal isolado que, no fundo, “ela possuí um coração de ouro”.

Flavio Gikovate (médico psiquiatra, psicoterapeuta e escritor).

Imagem: Pinterest

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s