Presentes e diferenças culturais: tradições na China

Christine Marote tem formação em Educação e MBA em “China Business and Culture”. Ela possui um blog onde conta sobre sua vida na China e é autora do livro ‘China na minha vida – o que aprendi com o Dragão’, lançado em abril de 2017. Mora em Xangai, China, desde 2009, com o marido e os filhos.

Leia o que ela relata sobre ítens completamente proibidos de se presentear na China.

“Já escrevi muito sobre os costumes chineses e sobre o quanto eles são diferentes dos nossos. E mais do que entender as diferenças, temos que levar em conta a cultura local para, assim, evitarmos cometer gafes que possam gerar situações difíceis, independente de sermos turistas, pessoas que visitam a China para negócios ou residentes.

Dentre as inúmeras regras básicas de convivência com essa cultura a questão de presentear é uma que sempre me chamou atenção, pois quase cometemos a gafe imperdoável de presentear um chinês com um boné verde da Seleção Brasileira! Se não fosse a assistente do meu marido, que viu colocarmos o boné na sacola, ele teria passado por maus bocados com o seu parceiro de negócios naquela época.

Ficou curioso? Então confira aqui a explicação sobre essa “quase gafe” e alguns outros ítens completamente proibidos de se presentear na China.

Lista básica de presentes proibidos:

  1. Relógios de parede – que em mandarim é 锺Zhōng, é muito semelhante a palavra usada para túmulo ou funeral, que é 塚 Zhǒng. Sendo assim, presentear alguém com um relógio de parede é o mesmo que desejar a morte do presenteado.
  1. Chapéu (ou boné) verde – Um chapéu verde refere-se à frase 襶绿帽Dài lǜ mào, que significa que a esposa de um homem o está traindo. Então, se um homem usa chapéu verde ele é… – agora imaginem a nossa situação se o presente tivesse sido dado!
  1. Guarda-chuva – Dar um guarda-chuva de presente significa que você quer terminar o relacionamento. O guarda-chuva, 伞sǎn, tem o mesmo som de separar, 散 sàn.
  1. Presentes em conjuntos de quatro – O numero 4 se fala 四e a palavra morte é 死, por isso, é aconselhável não presentear com nada que tenha 4 peças ou que remeta ao número. Outra curiosidade sobre o número quatro é, para se ter uma ideia de como ele é temido, que muitos prédios não possuem o 4° andar.
  1. Faca ou tesoura – esses objetos não são relacionados com o som, mas sim, com suas funções. Como são utilizados para o corte, para separar um todo, não são vistos com bons olhos para presentear. Pode significar que se está querendo romper a amizade.
  1. Crisântemo – na China o crisântemo é a flor usada para velórios ou para homenagear os mortos, então não é de bom tom presentear alguém com elas. Em contrapartida, o cravo é uma flor popular. No dia das mães é o ramalhete mais procurado para presentear! Costumes são costumes, não é mesmo?
  1. Toalhas – as toalhas também são dadas em funerais, para os que sofreram a perda do ente querido. Receber uma toalha como um presente pode trazer de volta memórias tristes.
  1. Branco – o branco é a cor oficial do luto na China, portanto, qualquer presente branco, desde flores ou até mesmo o simples embrulho de presente, não devem ser nessa cor, pois se estará desejando a morte ou sofrimento da pessoa. Até mesmo os vestidos de noiva aqui são tradicionalmente vermelhos, apesar de já ter visto de todas as cores possíveis. De uns 15 anos para cá, por conta da influência ocidental, as noivas estão usando o branco entre os muitos vestidos do dia da cerimônia.

Mas porque essas regras são tão importantes?

Porque presentear na China é um ritual. Tem muita influência nos relacionamentos pessoais  e comerciais e segue a tradição.

Dar um presente é considerada uma forma adequada de se dizer obrigado, tanto para seu anfitrião, quanto para alguém que lhe prestou algum tipo de favor.

Quando fizer uma visita, presentes como vinho, chá ou algo útil para toda a família são bem vindos. Também, os presentes especiais como coisas típicas do seu país de origem (no caso de um estrangeiro) são sempre apreciados.

Tradicionalmente o presenteado não deve parecer ganancioso ao receber um presente; por conta disso, a regra é que não se aceite o presente na primeira ou segunda vez em que ele for oferecido. Mediante a insistência de quem está oferecendo, a pessoa aceita depois da terceira oferta. Portanto, insista em entregar o seu presente e não se sinta ofendido. Hoje em dia, em cidades como Xangai isso vem mudando bastante e aceitar um presente sem declínio está se tornando normal.

Na China, o presenteado não deve abrir o presente na frente de quem o deu. Isso porque não gostam de deixar a pessoa que deu em situação embaraçosa, caso eles não gostem do presente e não consigam disfarçar. Depois eles costumam mandar uma mensagem de agradecimento.

Então ficamos assim, cada país com sua cultura, com seus hábitos e costumes.

E antes de visitar qualquer lugar do mundo é bem interessante dar uma pesquisada e buscar as regras sociais básicas do lugar, isso vai evitar muitos tipos de problemas e as famosas gafes difíceis de se consertar.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s